RELAÇÃO ENTRE TEMPO E SONHOS

746

Os sonhos podem ser definidos como um conjunto de imagens e situações fortemente desejadas, porém, não idealizadas… Enquanto que tempo, é o período em que os eventos acontecem, criando a ideia de presente, passado e futuro. Nossos sonhos e o tempo que nos ”resta”, estão interligados – e na maioria das vezes de forma contraditória.

Sempre tentamos administrar a realização dos nossos sonhos em um espaço de tempo, que de certa forma é imposto pelos padrões existentes na sociedade em que vivemos. Por essa razão, vivemos falando: “não tenho mais tempo para fazer isso, ou aquilo”… Mas, e o nosso tempo de fato?

Acabamos nos esquecendo de que cada indivíduo tem um reloginho próprio e tentar escrever a nossa história tendo como base a história dos outros é o maior erro que cometemos, e infelizmente, fazemos isso inconscientemente quase que o tempo todo. Na pressa de tentar alcançar a felicidade em tempo recorde, acabamos nos perdendo e isso nos proporciona a sensação de possuir uma grande aflição.

Nossos sonhos são alimentados por desejos e expectativas de possuir ou alcançar algo e isso não é ruim.  Entretanto, essa palavra “desejo” é um tanto que perigosa, pois assumir nossas vontades requer um toque de maturidade e seriedade. E quando nossos desejos e expectativas começam a demonstrar sinais de possibilidade, várias dúvidas se esparramam no meio do caminho e acabam ocupando o nosso tempo… O tempo que supostamente seria utilizado para transformar sonhos em realidade.

É engraçado, porque às vezes vivemos muito mais nas nossas expectativas e nas coisas que imaginamos, do que na realidade, no sentido material mesmo, entende? Nossos pensamentos voam em direção aos nossos maiores desejos e então, nos prendemos a uma vida imaginária, pois nosso corpo é tímido demais para alcançar nossos anseios… E isso é um escape traiçoeiro, pois o tempo passa e chega uma hora, que o nosso tempo acaba.

Devemos admitir que nossos sonhos se perdem no tempo pelo simples fato de sonharmos absurdamente alto. Ok, confesso que tenho lá os meus devaneios, mas tenho tentado trazer um pouco de lucidez para os meus sonhos, a fim de torná-los plausíveis. E essa tem sido uma técnica e tanto!

O termo “lucidez” não significa que devemos desistir dos nossos objetivos, mas se tentarmos dividi-los em frações com o intuito de simplificá-los, talvez consigamos encurtar o caminho para alcançar a realização… Encontrar o equilíbrio entre o nosso relógio pessoal e a dimensão dos sonhos nos ensina a otimizar nosso tempo e talvez, esse seja o passaporte para sairmos daquele ‘quase sempre nada’. O fato é que essa sensação de que sempre tem algo que nos faça estacionar, se origina devido às pequenas oportunidades que negamos a nós mesmos.

Sempre há tempo de correr atrás dos nossos sonhos quando somos honestos com as nossas ambições, porém, de nada servem nossas ambições se não tivermos as intenções definidas. Contudo, nossas intenções tomam rumos alternados com o passar do tempo e com isso, nossos planos e sonhos mudam, e é natural que certos encantos sejam efêmeros, pois nós estamos em constante mutação… O que é primordial hoje, amanhã pode não fazer sentido algum e virar uma página nem sempre significa desistir de persistir, mas sim amadurecer e idealizar de uma vez por todas…

Vou confessar que não sou uma pessoa muito bem resolvida com os meus sonhos e o meu tempo. Essa que vos escreve é apenas mais uma no meio dessa multidão, que quase faz o que quer e que quase tem algo que poderia ter, mas simplesmente não tem… E que corre como uma louca em busca de algo que possa fazer com prazer e deixar rastros de saudade… Mas falta sempre muito pouco… (Sim, me inspirei na música ‘O Lado Escuro da Lua’ da banda Capital Inicial para finalizar esse post).

TOP 5 COISAS QUE VOCÊ VAI ADORAR SABER SOBRE TORONTO

064

Oi gente, tudo bom?

É com muito prazer que venho compartilhar com vocês um texto que escrevi para o blog Intercâmbio de A a Z – por Marina Motta. Falei sobre algumas peculiaridades que são “muito Toronto” e que são responsáveis por fazer com que capital da província de Ontário seja uma cidade inesquecível… Clique aqui e inspire-se!!!! 🙂

*Marina já esteve em 11 intercâmbios e escreveu um livro com todas as dicas que você precisa saber antes do embarque… Clique aqui para conferir a resenha que fiz…

O LUGAR DESENHA A HISTÓRIA…

027

Localizada na província de Ontário no Canadá e com cerca de cinco milhões de habitantes, Toronto é a capital financeira e industrial do país e a quarta maior cidade da América do Norte. Na língua indígena, Toronto significa ‘PONTO DE ENCONTRO. ’  – que marca a história de aproximadamente 80 grupos étnicos em um dos lugares mais multiculturais do mundo. Isso é no mínimo fascinante, não é mesmo? Além disso, atualmente é uma das cidades que mais recebem estudantes estrangeiros, pois abriga as principais universidades e escolas de Inglês do Canadá – o que a torna ainda mais cosmopolita.

065

070

Toronto é uma cidade de concreto e aço, com vários arranha-céus imponentes e centros empresariais, ou seja, é uma ‘cidade de negócios’. Isso tudo resume o modernismo predominante por lá. Em contrapartida, é surpreendente ver que na realidade Toronto nos oferece um pouco de todos os mundos. Natureza, urbanização, arte e cultura ao mesmo tempo. Não há o que duvidar, é uma cidade que deve ser apreciada sem pressa.

043

Entre um arranha-céu e outro, surgem parques, praças e lindas praias com banquinhos, carros vendendo o melhor sorvete do mundo e pessoas caminhando com seus cachorros, ou até mesmo correndo para manter a forma… Se os bares e pubs ao longo na Queen street são o ponto principal da vida noturna de Toronto, os festivais culturais são a marca do verão Torontoniano.

030

096

242

012
Cerveja sem glúten.
PS: Sabe-se que a Queen street é famosa por apresentar os maiores agitos da vida noturna, bem como ótimos restaurantes e cafés, mas, nunca descarte a possibilidade de explorar áreas que fogem do óbvio, pois garanto que você irá se impressionar com as descobertas aleatórias…

É inspirador se deparar com uma certa CN  Tower entre os prédios, que por sinal, faz jus ao título de cartão postal de Toronto. A Casa Loma é o castelo dos sonhos de qualquer um, mas o caminho que percorremos para chegar até lá é detalhadamente perfeito. As Ilhas são providenciais para um rolê de bike e um piquenique com os amigos em um Sábado ensolarado, e o skyline de Toronto é uma consequência sensacional do passeio. O High Park é o maior parque de Toronto e é o lugar ideal para recarregar todas as baterias e seguir em frente.

Toronto é uma das melhores cidades para se viver atualmente e a qualidade de vida se faz presente em todas as partes… Incrivelmente limpa, segura, transporte público eficiente e extrema cordialidade por parte dos locais. Pronto, alcançou a perfeição!

A educação, receptividade e a cordialidade dos Torontonianos é algo completamente à parte. A fim de acolher os visitantes da melhor maneira possível, os locais demonstram uma satisfação absurda em ajudar sem receber nada em troca. É possível perceber sinceridade em grande parte das boas intenções.

A imagem abaixo é autoexplicativa. A grande diversidade étnica, artística e cultural da maior cidade do Canadá oferece um dinamismo proporcional e deixa claro aos seus visitantes que não há espaço algum para o tédio. Fiquei um mês em Toronto e a história que vivi nesse lugar me fez voltar para casa com um sentimento de que “QUERIA TER FICADO MAIS…”

115Quer ver mais imagens? Clique no vídeo abaixo e ENJOY!!!!!